7 dicas para superar o medo de viajar de avião

Pretende embarcar em breve, mas só de pensar em entrar no avião já bate aquele desespero? Calma, calma, porque nós estamos aqui pra te ajudar. Apesar de parecer assustador para alguns viajantes, voar é extremamente seguro e prático pra quem pretende conhecer o mundo. Por isso, vale a pena enfrentar aquele tradicional friozinho na barriga antes de embarcar, sobretudo se for a primeira vez. Mas, afinal, como superar o medo de viajar de avião? Pois a gente separou sete dicas. Leia cada uma delas a seguir!

Ah, e lembre-se: neste momento, importante mesmo é garantir a sua saúde e a sua segurança. Sendo assim, se possível, deixe para viajar mais pra frente, viu? Especialmente se isso for te deixar mais à vontade

COMO PERDER O MEDO DE VIAJAR DE AVIÃO

  1. Para começar: organize-se para a viagem

Ficou com um ponto de interrogação na cabeça por conta deste tópico? A resposta para ele é bem simples: ao preparar tudo com antecedência você evita todo tipo de estresse na hora do embarque. Então, não se esqueça de separar roupas confortáveis e um casaco para utilizar no avião – até porque lá dentro costuma ser bem gelado. Além disso, caso precise tomar algum remédio ou praticar um exercício para ajudar com a ansiedade, é sempre bom ter uma folguinha no relógio.

 

  1. Aprenda sobre o avião

Pode até ser um pouco óbvio, mas nem todo mundo faz isso: quando a gente resolve entender melhor algo que nos deixa com medo, o medo em si tende a diminuir. Portanto, para desmistificar o seu receio, procure pesquisar sobre como funcionam as aeronaves. Isso com certeza vai te deixar mais tranquilo e mais convencido sobre o quanto ela é segura.

Por exemplo, você sabia que as aeronaves conseguem voar sem problemas com apenas um motor? Sim, é verdade. E, ainda que alguma falha generalizada impeça o bom funcionamento de todos os motores ao mesmo tempo, o que é bastante raro, o avião consegue planar por uma longa distância, até encontrar um local onde possa fazer um pouso de emergência.

Vai dizer que saber de coisas desse tipo não ajudam a aliviar o medo de viajar de avião?

 

  1. Você disse… turbulências?

Para completar o item acima, que tal falarmos agora sobre as temidas turbulências? Embora muitos filmes as retratem como um dos primeiros avisos de que algo de muito sério está acontecendo com o avião, a grande verdade é que elas são supernormais e não afetam em nada a segurança do voo.

Se isso acontecer durante o voo, sua única preocupação deve ser afivelar bem o cinto a fim de evitar eventuais machucados devido aos movimentos bruscos. Dica: caso o seu medo de viajar de avião for intenso, vale escolher os assentos que ficam na asa, pois essa costuma ser a parte mais estável da aeronave.

Ah, e, já que estamos falando em alguns mitos, aqui vai mais um: não precisa ter medo dos raios. Apesar de existir a possibilidade de os aviões serem atingidos por um raio e de isso causar algum tipo de avaria do lado de fora, este gigante dos ares foi projetado para aguentar as descargas elétricas. Ou seja: os raios não comprometem a segurança do voo.

 

  1. Evite bebidas alcoólicas

O consumo de bebidas alcoólicas deve ser controlado antes de entrar no avião, uma vez que o organismo pode reclamar mais fácil quando estamos voando. Isso porque o ar seco da cabine, os ruídos e vibrações do avião e, principalmente, a menor taxa de oxigenação costumam potencializar os desconfortos. Em outras palavras, estar em uma aeronave pressurizada a 8 mil pés equivale a tomar mais algumas doses.

Além disso, um dos efeitos do álcool no corpo é a perda maior de água, usada para que seu organismo elimine o excesso da bebida. Sabe aquelas idas constantes ao banheiro? Elas significam que você está desidratando. E, em um avião, esse processo pode acontecer mais rapidamente por conta das condições da cabine. Outro ponto é que o excesso de álcool leva à produção de toxinas que ficam circulando por várias horas pelo corpo, gerando a chamada ressaca. Entre os sintomas estão: indisposição, mal-estar, dores no corpo e dor de cabeça. Fala sério: ninguém quer passar mal logo no começo da viagem, né?

 

  1. Tem medo de altura? Escolha um assento no corredor

Se, além do medo de viajar de avião, você também não gosta de altura, que tal escolher um assento onde não consiga olhar para fora? Acredite, existem muitas vantagens de se sentar no corredor: você não só consegue se levantar com mais frequência para esticar as pernas, como também tem ampla liberdade para ir ao banheiro.

 

  1. Busque alternativas para se distrair

Não importa muito qual seja a sua opção predileta: conversar com os comissários de bordo, ouvir uma música, ler um livro, assistir a um filme ou série, jogar no celular, tentar tirar um cochilo… se você tiver algo com o qual se distrair, as horas passarão bem mais rápido durante o voo e farão com que a viagem seja muito mais leve. Tá aí mais uma dica bem simples de como perder o medo de viajar de avião – ou, pelo menos, de como se sentir mais tranquilo lá dentro.

 

  1. Por fim, lembre-se: o transporte aéreo é o mais seguro do mundo

Pois é, você leu direito: voar é a forma mais segura de viajar pelo mundo afora. Estatísticas e números comprovam que o transporte aéreo é o mais seguro de todos, contando com um número muito menor de acidentes anuais do que as viagens de carro, por exemplo. Sabe o motivo disso? Confira alguns a seguir:

– Os aviões comerciais passam constantemente por controles de segurança;

– O controle do tráfego aéreo é bem rígido;

– A tripulação é mais do que qualificada e passa por treinamentos frequentes de elevado nível de exigência.

 

Fonte: Blog Segue Viagem

 


Outras postagens